Imunidade

O interferon é uma das maiores defesas naturais do nosso corpo contra o câncer, onde o uso destes agentes para estimular a atividade das células-T e células macrófagas é uma maneiras de combater o câncer. O interferon é uma secreção natural do corpo que estimula a produção de macrófagos e o fator de necrose tumoral (TNF). A Chlorella estimula a atividade de células-T e macrófagos por aumento dos níveis de interferon melhorando a capacidade do sistema imunológico para combater os invasores estranhos quer sejam bactérias, vírus, produtos químicos ou proteínas estranhas. A parede celular de Chlorella tem a capacidade de combater as células cancerígenas por meio da produção de interferon induzido a partir do complexo polissacáridos. Esta propriedade única de Chlorella o diferencia de outro verdes alimentos. Estudos realizados no Instituto Kitazato no Japão indicaram que  substâncias químicas na  Chlorella estimulam a produção de interferon e as células T. Este mesmo estudo também indicaram que a Chlorella diminuiu os efeitos colaterais causados pela quimioterapia reduzindo os danos para o sistema imunológico. Resultados semelhantes em estudos realizados em Kanazawa, Japão, indicaram também a atividade anti-tumoral de Chlorella.

No início dos anos 50 o Dr. Fujimaki - do Centro de Pesquisa Científica em Tóquio, isolou uma substância de um extrato de Chlorella; a que chamou de 'Fator de Crescimento Chlorella'. Essa substância mostrou-se rica em ácidos nucléicos RNA e DNA - pelo menos 17 vezes mais que qualquer outro elemento da natureza.

O Fator de Crescimento Chlorella (FCC) foi estudado como um poderoso fator que aumenta a imunidade e retarda o envelhecimento. O FCC estimula a recuperação dos tecidos, protege a integridade celular, melhora a ingestão de nutrientes e regula a produção de energia.

Um trabalho conjunto de pesquisadores da Universidade de Kamazawa, Japão e de Taipei, em Taiwan, foi apresentado no Congresso Internacional de Reims, na França, em 1985. Ele falava sobre os efeitos antitumorais da Chlorella e excepcional aumento no sistema imunológico. Em vários estudos em cobaias, os tumores têm sido vencidos com a inoculação de derivados da célula da Chlorella. O notável aumento da força do sistema imunológico foi devido a administração da Chlorella. ("Imunomodulação por Alga Unicelular­ Chlorella Pyrenoidosa - e Atividades Anti- Tumor em Cobaias Inoculadas", pelo Dr. N. Yamaguchi e equipe do Departamento de Hematologia e Microbiologia da Universidade de Kamazawa, Jápão e Departamento de Bioquímica da Universidade de Taipei, Taiwan, na República da China).O ácido polissacarídeo Chlon A, obtido no extrato da Chlorella Pyrenoidosa mostra um excelente efeito carcinostático contra vários tumores em cobaias. Este efeito pode ser caracterizado pela ausência de alguma relação proporcional entre a quantidade de Chlon A e o efeito carcinostático. Em outras palavras: Chlon A exerce seu efeito em qualquer concentração. Mais ainda, Chlon A tem o efeito de intensificar o potencial de imunização, que é o aumento das células participantes da imunização. ("O Ácido Polissacarídeo, Chlon A, Chlorella Pyrenoidosa", I. Umezawa e equipe, Quimioterapia, volume 34, número 4, 1986).

Em um artigo de 2002, Armstrong et al. descobriu um lipopolissacarídeo (LPS) na parede celular de Chlorella. O LPS é uma endotoxina encontrada na superfície de todas as bactérias gram-negativas tais como Escherichia coli ou Salmonella e é considerado um potente ativador do sistema imunológico. Quando LPS se liga a receptores na superfície de macrófagos (células fagocíticas do sistema imune inato), são ativados e os induz a libertação de citocinas pró-inflamatórias IL-1β, fator de necrose tumoral TNFa, e factor nuclear-kappa B (NF- kB). Chlorella, na verdade, coloca a nossa imunidade em alerta máximo por LPS.



Trabalhos Científicos Correlacionados

Beneficial immunostimulatory effect of short-term Chlorella supplementation: enhancement of Natural Killer cell activity and early inflammatory response (Randomized, double-blinded, placebo-controlled trial) (Jung Hyun Kwak, Seung Han Baek, Yongje Woo, Jae Kab Han, Byung Gon Kim, Oh Yoen Kim and Jong Ho Lee)

Chlorella as a powerful defense against cancer (Dani Veracity )

Immunostimulatory principles from Chlorella pyrenoidosa—Part 1: Isolation and biological assessment in vitro. Phytomedicine , Volume 14 , Issue 1 , Pages 57 – 64, J . Kralovec , K . Metera , J . Kumar , L . Watson , G . Girouard , Y . Guan , R . Carr , C . Barrow , H . Ewart

Effect of hot water extract of Chlorella vulgaris on cytokine expression patterns in mice with murine acquired immunodeficiency syndrome after infection with Listeria monocytogenes. (Hasegawa T; Kimura Y; Hiromatsu K; Kobayashi N; Yamada A; Makino M; Okuda M; Sano T; Nomoto K; Yoshikai Y)